E como é que ficam as coisas agora? 
Realmente saber de algumas coisas não faz bem…

Não sei, ando sendo tão ‘certo’ que as vezes dá vontade de começar a fazer merda e agir com má fé pra ver se as coisas mudam.

Let’s Talk About Movies:

MENTAL ILLNESS PORTRAYED ON SCREEN
What makes it so appealing to the audience?

"For actors, it’s a cinematic gift, a chance to play a characteristic as well as a character. For directors, it’s a chance to explore the psyche in visual and narrative detail. For audiences, it’s a window into a world they will (hopefully) never experience. When combined in the just the right way, without histrionics or spectacle, the results can be incredible." - Source

(via karolinewantsagun)

"When all the other people on the street became only landscape"

Mas eu respirei fundo, muitas vezes.
Para não perder a cabeça
E cometer o mesmo erro

Tem horas que é até mesmo melhor fingir
Que tá tudo bem, que não foi nada

Mesmo que no fundo tenha corroído
Mesmo que tenha estreitado mais o nó da garganta
Mesmo que fosse só um incomodo

Mas eu respirei fundo, muitas vezes
Para não colocar tudo a perder
E cometer o mesmo erro

Tem horas que vemos que essa foi a melhor escolha
Que foi sábio e inteligente agir assim

Mesmo que no fundo tenha chateado
Mesmo que tenha doído
Mesmo que seja só um detalhe.

Por isso eu respirei fundo.

Me and her <3

The day when you start to compose some great songs, drinking a lot with your friends, making fun of everything, cause we find ourselves in the same old mess singin’ some drunken lullabies!

Why love is so painful?

metalgeneration:

Djent

Follow me for more great lyrics, bands, and tattoos!

"Adeus músicas irlandesas dançantes, adeus ano novo divertido e dançante, adeus fds juntos sozinhos em uma casa na praia, adeus milhares de receitas deliciosas que se tornaram dolorosas agora, adeus a milhares de coisas que deveriam ter acontecido, adeus sexo na grama ao ar livre também, adeus a uma escalada de montanha, adeus a inúmeros filmes que nunca assistimos, adeus a risos que nunca demos, adeus a aniversários, festas, casamentos que nunca acontecerão, adeus filhos lindos com bons pais… adeus a tantas coisas que não poderão mais acontecer…"

Revisitando momentos do passado, apenas.

Desinteresse?
Agente vê por aqui.

Há momentos em que tenho um blackout,
As vezes se passam segundos apenas, outra horas, até mesmo semanas.
Mas eu sempre acordo com a sensação de que não perdi nada.